MaxOpção Pousada dos Azevedo Damásio Dobrar ganho

Notícias


INSS - MPF faz pedido de concurso!


Criado: 26/04/2019 - 09h39
Modificado: 26/04/2019 - 10h45

O MPF (Ministério Público Federal), encaminhou à Presidência do INSS e ao Ministério da Economia recomendação formal para que tomem as medidas necessárias para a realização de novo certame a fim de preencher os cargos atualmente vagos nos cargos de Técnico, Analista e Perito do Seguro Social.

De acordo com o documento, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, deve autorizar o concurso INSS em até 30 dias. Após a autorização, fica a cargo do Instituto Nacional do Seguro Social a elaboração de cronograma de realização do concurso público, com prazo máximo de 180 dias para a posse dos aprovados.

O MPF recomenda ainda que seja realizado estudo para definição do número de vagas do novo edital INSS. No levantamento, deverá constar o número atual de cargos vagos da autarquia e o número de vacâncias previstas para o prazo de validade do concurso. Atualmente o INSS tem pelo menos 10 mil cargos vagos e, de acordo com MPF, pelo menos 9 mil servidores já podem se aposentar.


 

Detalhes concurso INSS:

  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Técnico do Seguro Social; Analista do Seguro Social
  • Número de vagas: 7.888 vagas solicitadas 
  • Situação: SOLICITADO!
  • Previsão do edital: 2º Semestre de 2019
     

    Remunerações e Cargos do próximo concurso INSS 

    Técnico
    Remuneração: R$ 5.344,87.
    Requisito: diploma de nível médio completo.

    Atribuições:
    -realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica;
    -coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres;
    -e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

    Analista 
    Remuneração: R$ 7.954,09.
    Requisito: diploma de nível superior na área com vagas disponibilizadas em edital.

    Atribuições:
    -prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social – APS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas;
    -elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional;
    -supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;
    -realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais;
    -promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial;
    -e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.
  • Os cargos de Analista podem ser para profissionais de diversas áreas.
    Já foram ofertadas carreiras para Estatística, Ciências Contábeis, Direito, Administração, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Telecomunicações,  Engenharia com especialização em Segurança do Trabalho e Serviço Social.

    Médicos Peritos
    Remuneração: R$ 10.616,14.
    Requisito: diploma de nível superior em Medicina e registro regular no Conselho Regional de Medicina (CRM).

    Atribuições:
    -exercer, privativamente, no âmbito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Ministério da Previdência Social (MPS), as atividades Médico-Periciais inerentes ao Regime Geral da Previdência Social de que tratam as Leis nº 8.212, de 24 de julho de 1991, e nº 8.213, de 24 de julho de 1991, e à Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, e, em especial a:
    -I – emissão de parecer conclusivo quanto à capacidade laboral para fins previdenciários;
    -II – inspeção de ambientes de trabalho para fins previdenciários;
    -III – caracterização da invalidez para benefícios previdenciários e assistenciais;
    - e IV – execução das demais atividades definidas em regulamento.
    Os ocupantes do cargo de Perito Médico Previdenciário poderão executar, ainda, nos termos do regulamento, as atividades Médico-Periciais relativas à aplicação da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.