Curso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso OpçãoCurso Opção
Inscrições Damásio Pousada dos Azevedo MaxOpção

Notícias


Concurso TJ-MG 2016 para nível médio já tem organizadora definida!


Criado: 15/06/2016 - 20h26

Tribunal de Justiça do Estado (Concurso TJ-MG 2016 para nível médio)  já iniciou os preparativos do concurso para oficial de apoio judicial (Justiça Comum) e oficial judiciário (Comissário da Infância e da Juventude), que exigem escolaridade do nível médio. Um dos passos mais importantes, a contratação da empresa organizadora do certame, foi realizado no dia 27/04. É que o órgão definiu a  Consultoria e Planejamento em Administração Pública (Consulplan) como a responsável pela aplicação das etapas do certame. 

De acordo com o resultado do pregão (acesse aqui), disponível no site de compras do governo estadual, a proposta e habilitação da Consulplan foi aprovada pela área técnica. Agora, o próximo passo será a efetivação da organizadora por meio de contrato formal. Assim que isso por concluído, e em poucas semanas, teremos a publicação do edital. É uma excelente oportunidade para candidatos de nível médio, pois os mesmo serão contratados pelo regime estatutário, que garante estabilidade.

Segundo o termo de referência do concurso, as carreiras terão remuneração inicial de R$ 3.238,54, já com o valor de referente ao auxílio-alimentação, de R$ 799. O valor da taxa deverá ser de R$ 60 para as duas funções, conforme o termo. A expectativa é que o edital seja publicado entre maio e junho deste ano, o que serve de alerta para o imediato início dos estudos.

As etapas também são conhecidas. Caso sejam confirmadas as informações do referencial, haverá fase de provas objetivas aplicadas nos municípios de Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha. Também segundo o termo de referência, as avaliações terão 20 questões de Língua Portuguesa, 15 de Noções de Informática, 20 de Noções de Direito e 25 de Atos de Ofício. Outra etapa que consta no documento é a prova prática de digitação, somente para o cargo de oficial de apoio judicial.

O conteúdo programático constante no termo de orientação é o mesmo do último concurso, realizado em 2009 e poderá auxiliar os futuros candidatos. Na última seleção, a organizadora escolhida foi a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). O concurso pretendia formar um cadastro de reserva para os dois cargos.